logo
A powerful architecture & Construction theme. Construct your website in the perfect Ratio.
Alienum phaedrum torquatos nec eu, vis detraxit periculis ex, nihil expetendis in mei. Mei an pericula

Casas do futuro. Do Real ao Virtual

Imaginar a habitação do futuro, é pensar o espaço cada vez mais virtual. Será uma nova era, a da hiper-personalização, em que imagens virtuais se conjugam com um sofá, uma cadeira ou objetos provavelmente projetados em holograma, produzidos à nossa medida.

Célula Habitável. O arquitecto KuroKawa viu o seu projecto concretizado, quando em Tóquio, duas enormes colunas de betão, foram construídas e preparadas para receber cápsulas habitáveis (torre Nagakin, 1968).

 

A Casa do futuro terá um ambiente minimal, pontuado com objetos de excelência que darão o máximo conforto virtual e não real. As imagens projetadas dentro do espaço de uma célula habitável proporcionarão uma atmosfera especial, invulgar mas ao mesmo tempo confortável.

Cenário criado por Nuno e Helena Ladeiro

 

O convívio entre as pessoas será essencialmente virtual, realizado através de equipamentos eletrónicos que nos permitem estar em contato 24 horas por dia com qualquer pessoa em qualquer parte do mundo.

A evolução do habitat doméstico vai provocar alterações profundas na concepção do mobiliário e dos objectos que serão cada vez mais tecnológicos, evoluídos e interativos. Cenário criado por Nuno e Helena Ladeiro.

 

Vamos viver em células habitáveis, onde podemos criar cenários que se adaptam a diferentes estilos de vida. O mobiliário e as imagens projetadas serão criteriosamente selecionadas para criar diferentes ambientes, em que múltiplas conjugações de materiais e texturas podem proporcionar espaços que se alteram continuamente.

Cenário criado por Nuno e Helena Ladeiro

 

Cada unidade de habitação, terá um outro tipo de conforto, um outro tipo de dimensão, com características bem diferentes do usual. Um casal por exemplo, pode trabalhar a partir de casa e estar em contacto com o Mundo, através de um computador ou smart phone. Poderá decorar um espaço com objectos reais e virtuais. Imagens projectadas, que alteram conforme o desejo do utilizador e a imagem que se pretende transmitir.

Blade Runner 2049

 

Este espaço habitável poderá ser uma espécie de micro-estrutura capaz de proporcionar aos seus utilizadores o desenvolvimento de uma actividade profissional autónoma, mas simultaneamente interligada com o mundo.

Cenário criado para o filme Blade Runner 2049

 

Um novo fenómeno de habitação dará lugar a um estilo de vida completamente diferente, em que os utilizadores podem coabitar com uma nova realidade real e virtual. Objectos, pessoas, cenários verdadeiros e virtuais, num diálogo constante.

Imagem do filme Blade Runner 2049

 

No interior de cada célula, serão projectadas imagens que proporcionam ambientes sempre diferentes de acordo com as necessidades dos utilizadores e também, da personalidade que estes pretendem transmitir.

Cenário criado para o filme Blade Runner 2049

 

As células são concebidas para criar imagens que podem ser partilhadas pelas redes sociais como o Instagram, Facebook ou Twitter criando ambientes virtuais que personificam ou criam uma hipotética personalidade dos utilizadores.

Cena do filme Blade Runner 2049