logo
A powerful architecture & Construction theme. Construct your website in the perfect Ratio.
Alienum phaedrum torquatos nec eu, vis detraxit periculis ex, nihil expetendis in mei. Mei an pericula

Blog

Arquitetura & Design / História da Arquitetura  / Arquitectura: Frank Ghery

Arquitectura: Frank Ghery

O projeto do arquiteto Canadiano Frank Ghery para a Fundação Louis Vuitton, evoca a tradição dos edifícios de vidro dos jardins do século XIX, a memória cultural e a vontade de criar um museu de arte contemporânea, com uma imagem moderna mas ao mesmo tempo, acolhedora para crianças e famílias que frequentam o Jardim contíguo ao edifício.

O edifício está construído num jardim com espelho de água e compreende um conjunto de módulos brancos a que o autor intitulou de “icebergs”, revestidos a painéis de betão reforçado, sustentando doze “velas” de vidro, apoiadas em vigas de madeira. As “velas” atribuem ao projeto transparência e movimento, refletindo a água, as árvores do jardim e a luz.

O projeto foi concebido atendendo à inovação do design digital e a modelos de construção avançados, com recurso a tecnologias digitais e de fabricação avançada. Mais de 400 pessoas trabalharam na concepção de modelos tridimensionais, nova tecnologias de engenharia e modelos de visualização 3D. Mais de 3.600 painéis de vidro e 19 mil painéis de betão formam a fachada. Para o projeto da estrutura, foram utilizadas técnicas matemáticas sofisticadas e estruturas moldadas por robôs industriais, tudo automatizado a partir do modelo de software 3D desenvolvido especificamente para o projeto.

A estrutura da cobertura de vidro foi concebida para que o edifício possa recolher a água da chuva, contribuindo assim para meio ambiente e para que a Fundação tenha alcançado o seu objetivo global ao obter a certificação HQE (Haute Qualité Environmentale) como Très Performant.