logo
A powerful architecture & Construction theme. Construct your website in the perfect Ratio.
Alienum phaedrum torquatos nec eu, vis detraxit periculis ex, nihil expetendis in mei. Mei an pericula

Moradia Genésio, Aroeira

Perto de Lisboa, na margem sul, ainda existem locais onde é possível viver em harmonia com a natureza. Uma casa na Aroeira esconde por detrás de um volume austero mas, simultaneamente contemporâneo em harmonia com o espaço envolvente. Um programa complexo que teve como ponto de partida as necessidades e a conjugação dos quatro elementos naturais; terra, ar, água e fogo.

O projeto da moradia da autoria de Nuno Lagartinho com Design de Interiores de Nuno Ladeiro e Claudia Campos, é um paraíso na terra. Encerra dentro de si um espaço totalmente pensado à medida do Homem. A ideia fundamental do projecto foi ter em consideração o espaço do jardim envolvente. A nostalgia que ainda hoje sente do país onde nasceu e viveu, o Brasil, fez com que o cliente tenha solicitado uma arquitetura moderna completamente diferente da arquitetura portuguesa. O projeto teve de relacionar-se o mais possível com a natureza através da criação de janelas de grandes dimensões, grandes superfícies de vidro e uma boa orientação solar. Estas características foram a condição fundamental para que se criasse uma moradia onde se pudesse viver em harmonia com a Natureza.

Oscar Niemeyer foi o ponto de partida para este projeto ambicioso e em particular a magistral pala suspensa desenhada por Siza para o pavilhão de Portugal na Expo 98, visível na cobertura da moradia.

A habitação está organizada à volta de uma grande sala que é assim um espaço central. Tal como numa “Riade”, passamos para uma área central e a partir desta acedemos a todos os outros compartimentos da casa. O simbolismo inerente a este local reside no espelho de água que, parte do centro da sala em direcção ao jardim exterior.

Durante o Inverno, os três elementos, terra, ar e água juntam-se ao fogo, a partir do momento em que se acende a lareira. Localizada numa extremidade da sala, esta acentua o carácter simbólico tornando assim o ambiente harmonioso.

O espaço exterior é na realidade o grande protagonista e, mesmo com os enormes envidraçados, no inverno os aquecedores a gás dão o mesmo conforto que temos dentro de casa. No interior, um sofisticado sistema de ar acondicionado, permite que no verão todas as janelas estejam abertas, sem entrada de calor, protegendo o interior através de cortinas de ar frio que mantêm a temperatura ambiente sempre a 23 graus. Assim, mesmo quando estamos dentro de casa temos a sensação de estarmos fora e o recíproco também acontece.

Em relação à organização dos espaços, a planta da moradia em U envolve o jardim e apresenta a poente, uma zona privada, que se destina no piso térreo a um balneário, um ginásio, uma sala de jakussi, uma sauna e arrumos, no piso superior, uma suite principal com o respectivo clouset e casa de banho. A nascente está a zona de visitas. No piso térreo encontra-se a cozinha, arrumos, garagem, e no piso superior os quartos para as visitas.

Localização:

Aroeira, Almada

Ano:

2006

DESIGN:

Nuno Ladeiro / Claudia Campos

Categoria

Design Interiores

Tags:

Contemporâneo, Cultura